Evento sobre discurso e mídia na Amazônia será realizado na UFPA

O sentido do que ouvimos, escrevemos, falamos e reproduzimos todos os dias, por meio dos diversos mecanismos e formas de comunicação são objetos das pesquisas relativas à Análise do Discurso. De 7 a 9 de agosto, a Universidade Federal do Pará (UFPA) sedia dois eventos sobre o discurso e a mídia: o II Encontro de Análise do Discurso na Amazônia (EDIA) e o I Colóquio Internacional de Discurso e Mídia na Amazônia (DCIMA). As inscrições para participar da programação já estão abertas e seguem até agosto, mas os pesquisadores e estudantes que desejam apresentar trabalhos têm um prazo mais curto para se inscrever. A coordenação da programação recebe os resumos expandidos até o dia 14 de junho.

Para a vice-coordenadora dos eventos, Netília Seixas, o EDIA e o DCIMA são oportunidades únicas para divulgar o que os pesquisadores da Amazônia estão pensando e pesquisando sobre Mídia em relação à Análise do Discurso, ao mesmo tempo em que aproximam e integram as pesquisas locais com os estudos científicos que estão sendo desenvolvidos no Brasil e no mundo.

História e memória – “Os diferentes sentidos dos discursos que circulam na sociedade têm história e memória. Eles não são reproduzidos ou criados ao acaso, ao contrário, nascem e são mantidos e atualizados segundo circunstâncias historicamente construídas que fazem parte do que é dito ou não dito. Em cada discurso político, em cada imagem do cinema, em cada texto, em cada fala e suas características – como preconceitos ou não – há vários sentidos que são objetos de estudo da Análise do Discurso. As descobertas, teorias e metodologias desta área em relação às pesquisas sobre mídia são os focos dos eventos”, explica a pesquisadora do Programa de Pós-Graduação Comunicação, Cultura e Amazônia da UFPA.

“Nosso objetivo central, em 2013, é ampliar as reflexões teóricas que se estabelecem nas interfaces dos estudos do discurso e de mídia. Existem, contemporaneamente, duas inquietações bastante pulsantes nesta fronteira: como analisar as materialidades visuais e audiovisuais que nos chegam a partir de diferentes meios de distribuição da informação e como compreendê-las a partir dos processos de comunicação em que estão envolvidas. O I DCIMA propõe um diálogo com pesquisadores de todas as regiões do Brasil e, nesta primeira edição, cuja temática é ‘Apropriações e Regimes de Visualidade’, convidamos o professor Phillipe Dubois para nossa conferência de abertura”, anuncia Ivania Neves, coordenadora dos eventos e professora da UFPA e da UNAMA.

Além do pesquisador da Universidade de Sorbonne-Paris III, Phillipe Dubois, também participa da programação a professora Maria do Rosário Gregolin – da UNESP/Araraquara, que fará a segunda conferência, no dia 9 de agosto. Os eventos são promovidos pelo Programa de Pós-Graduação Comunicação, Cultura e Amazônia da UFPA, pelo Mestrado em Comunicação, Linguagem e Cultura da UNAMA e pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPA.

Inscrições de trabalhos – Para participar, estudantes e pesquisadores de áreas como Comunicação, Letras, Ciências Sociais, História e Educação, entre outras, devem submeter resumos expandidos com 200 a 400 palavras para os Grupos de Trabalho (GTs), enviando o material para o e-mail adamazonias@gmail.com. A coordenação do evento responde às mensagens confirmando o recebimento da inscrição. Saiba mais sobre cada GT aqui.

Ao todo, serão 20 GTs com até 180 participantes. Cada coordenação dos Grupos de Trabalhos irá enviar as cartas de aceite para os participantes, os quais terão um prazo até o mês de julho para enviar os trabalhos completos. Clique aqui para ver o modelo do resumo expandido para o evento.

Os demais participantes podem se inscrever até o início do evento, mas o valor da inscrição é mais acessível até o dia 10 de julho. Clique aqui para ver como participar da programação.

Serviço:

II Encontro de Análise do Discurso na Amazônia (EDIA)
I Colóquio Internacional de Discurso e Mídia na Amazônia (DCIMA)
Período: 7 a 9 de agosto de 2013
Informações e inscrições, acese aqui.

Texto: Glauce Monteiro – Assessoria de Comunicação da UFPA
Fonte: www.ufpa.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *